Rede Missionária Cristã.: Igreja
♥ ATENÇÃO! ♥Participe do projeto 📖 leitura da bíblia em 4 meses 👉Clique Aqui!

God's News

Ad Topo das postagens

Curso de Teologia
Mostrando postagens com marcador Igreja. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Igreja. Mostrar todas as postagens

quarta-feira

Pai nosso... Não nos deixeis cair em tentação!

17:39:00

Tentação! Afinal o que é isto?

╚══❘► Pedidos de Oração e Palavras de conforto <Clique Oração>

Em poucas palavras pode-se definir tentação como um estímulo ou uma indução a um ato que nos pareça atraente, prazeroso ou que simplesmente nos proporcione conforto e vantagens; em suma, a tentação é uma proposta para a satisfação do ego.

Na realidade sabemos que todo ser humano é, ou já foi tentado por alguma coisa em sua vida, independente de sua religião, sexo ou idade. Mas para nos os cristão a tentação é algo que deve nos preocupar; por que normalmente ela é contra os preceitos de Deus, e a este respeito Jesus nos alerta da mesma forma que alertou a Pedro, Tiago e João no Getsêmani dizendo: "...Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca...'' (Mateus 26:41). Com toda certeza os discípulos queriam fazer o que era correto, mas eles eram tentados a dormir em vez de vigiar, é neste contexto que Cristo os aconselhava a não ceder a tentação, a tentação vem a todos nos, mas só erramos quando cedemos a ela; no decorrer das horas vermos que naquela mesma noite os discípulos deixaram Jesus e fugiram.

O apostolo Paulo em sua carta aos Romanos disse: “...Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo nos meus membros outra lei guerreando contra a lei do meu entendimento, e me levando cativo à lei do pecado, que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus, por Jesus Cristo nosso Senhor!...” (Romanos 7:22-25).

Qual é a fonte de tentação?

"...Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte..." (Tiago 1:13-15). Novamente observamos aqui que a tentação não é pecado em si mesma, ela só torna um problema para nos, quando cedemos a ela. A tentação não vem de Deus, mas de Satanás e isto nos é bem claro no episodio do deserto, onde Cristo foi tentado, e saiu vitorioso porque não cedeu. (Marcos 1:13).
E da mesma forma, Jesus nos ensina a resistir à tentação, que para isto a oração é essencial. Ele nos diz para orarmos para que não sejamos levados à tentação. Observe também que cada vez que Jesus foi tentado no deserto, Ele respondeu a satanás com a palavra "Está escrito". Isto nos faz entender que conhecer, compreender e aplicar as Escrituras Sagradas em nossa vida nos permitirá resistir com maior segurança à tentação.

O episodio envolvendo Jesus no deserto ilustra claramente para nos o significado da palavra "tentação" como também as artimanhas do diabo para nos fazer ceder a elas. Vemos que o diabo tentou seduzir Jesus a fazer o mal, prometendo-lhe coisas que soaram de bom grado a seus ouvidos, algo que já era seu por direito e que lhe parecia muito convidativo, como: pão quando ele estava com fome, cuidado providencial de Deus, e domínio sobre todos os reinos do mundo. Se analisarmos atentamente veremos que nenhum desses objetivos propriamente dito eram errados para Jesus. Com toda certeza Ele também precisava de comida, assim como todos nós precisamos enquanto neste corpo. Deus também havia prometido um cuidado especial para seu ungido. E finalmente Ele veio à Terra realmente para se tornar o Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Mas o diabo também sabendo disso, queria com suas artimanhas e sutilezas seduzi-lo a atingir esses objetivos, antecipadamente fazendo coisas que seria errado e contrario a vontade do Pai. As promessas na tentação, normalmente são promessas sedutoras de prazer e de ganho, mas também são sempre promessas enganadoras. O verdadeiro prazer esta em fazer o que é certo diante de Deus. Se orarmos e colocarmos a nossa confiança na palavra de Deus revelada nas Escrituras Sagradas, com toda certeza Deus nos ajudará a resistir à tentação. Mas para isto é preciso ter cuidado constantemente, a palavra nos diz: "...Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo..." (1 Pedro 5:8,9). e "...Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós..." (Tiago 4:7). "...Aquele, pois, que pensa estar em pé, olhe não caia. Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar..." (1 Coríntios 10:12,13).

Devemos aproveitar o caminho de escape que Deus provê. Devemos ter uma mente espiritual para resistir à tentação, percebendo que os eternos valores espirituais são muito mais importantes do que os prazeres terrenos e ganhos temporárias. "...tendo, porém, alimento e vestuário, estaremos com isso contentes. Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição. Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores..." (1 Timóteo 6:8-10). Observe mais uma vez que a promessa de riquezas do mundo é uma falsa promessa. Os que amam o dinheiro chegarão a amarga tristeza.

Jesus pode nos ajudar a resistir à tentação

Ele foi tentado como todos nós somos. Ele entende perfeitamente o que é ser tentado. "...Pelo que convinha que em tudo fosse feito semelhante a seus irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e fiel nas coisas concernentes a Deus, a fim de fazer propiciação pelos pecados do povo. Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados..." (Hebreus 2:17,18). "...Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemo-nos, pois, confiadamente ao trono da graça, para que recebamos misericórdia e achemos graça, a fim de sermos socorridos no momento oportuno..." (Hebreus 4:15,16). "...também sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar para o dia do juízo os injustos, que já estão sendo castigados;..." (2 Pedro 2:9). "...Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam..." (Tiago 1:12).

Se formos firmes em nossas decisões: Sim, sim, não não; se nos firmarmos na Palavra de Deus, nos mandamentos e preceitos do Senhor, se andamos nos Seus caminhos, jamais daremos lugar ao diabo e venceremos TODAS as tentações. Amém!
estudos+bíblicos+evangélicos+oração+intercessão

teologia online e teologia online gratis
Rede Missionária Cristã: Em busca da excelência espiritual.
Estudos bíblicos, Reflexões bíblicas, filmes gospel, teologia pastoral, bacharel em teologia, teologia on line, teologia gratis online, estudos bíblicos evangélicos... ═❘► Inscreva-se ☜═

Continuar Lendo...

Porque acontece Milagres entre os mercenários da Fé?

19:02:00

 

O poder do Nome de Jesus Cristo

Pedro disse: "...por que fitais os olhos em nós, como se por nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar este homem? O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos pais, glorificou a seu Servo Jesus, (…) E pela fé em seu nome fez o seu nome fortalecer a este homem que vedes e conheceis; sim, a fé, que vem por ele, deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde." (Atos 3:13,16). A essência desta e outras passagens Bíblicas é uma referência a Jesus Cristo e ao (seu nome) como a fonte do poder milagroso. “...e qual a suprema grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder, que operou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar-se à sua direita nos céus, muito acima de todo principado, e autoridade, e poder, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; e sujeitou todas as coisas debaixo dos seus pés,...” (Efésios 1:19-22). Neste trecho da Epístola aos Efésios, Paulo refere-se ao poder que Deus demonstrou através de Jesus Cristo – ressuscitando-o dentre os mortos e exaltando Seu Nome muito acima de qualquer governo, poder, autoridade ou domínio.

Jesus Cristo mesmo ensinou a seus discípulos de que deveriam fazer tudo em Seu Nome. “...e tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei...” (João 14:13-14) Nesta passagem Ele ensina sobre o poder dos pedidos feitos ao Pai em Nome dEle. Em Atos 3:16, Pedro e João curam um paralítico usando o Nome de Jesus. Em Atos 4:10 os mesmos apóstolos confirmam que tal milagre ocorreu por conta do poder e da autoridade do Nome de Jesus. Em diversos outros textos aprendemos que todas as realizações dos apóstolos eram em nome de Jesus.

O Nome + Fé => Milagres

Agora, se você observar bem o texto de (Atos 3:16) você vai notar que Pedro diz, praticamente como parece, a mesma coisa duas vezes. "E pela fé em seu nome fez o seu nome fortalecer a este homem que vedes e conheceis;" E ele acrescenta: "sim, a fé, que vem por ele". Agora, Pedro se refere à fé do homem, em Jesus Cristo, e temos aqui também a exclusão do trabalho humano, são apresentadas apenas as duas partes interessadas o Nome (JESUS), e no outro extremo o homem curado. E a conexão entre os dois esta na fé, isto é, a confiança do homem que fora curado no nome de Jesus Cristo, ambos exerceram fé, de um lado Pedro que obviamente sabemos que tinha fé em Jesus, e do outro lado a fé do homem a ser curado.

Observe também estes outros acontecimentos: “...Em Listra estava sentado um homem aleijado dos pés, coxo de nascença e que nunca tinha andado. Este ouvia falar Paulo, que, fitando nele os olhos e vendo que tinha fé para ser curado, disse em alta voz: Levanta-te direito sobre os teus pés. E ele saltou, e andava...” (Atos 14:8-10); O cego de Jericó, “...Então Jesus, parando, mandou que lho trouxessem; e, chegando ele, perguntou-lhe, Dizendo: Que queres que te faça? E ele disse: Senhor, que eu veja. E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te salvou. E logo viu, e seguia-o, glorificando a Deus. E todo o povo, vendo isto, dava louvores a Deus...” (Lucas 18:40-43); A cura dos leprosos, “...E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou...” (Lucas 17:19); A mulher com um fluxo de sangue, “...E ele lhe disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou; vai em paz...” (Lucas 8:48); “...sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam...” (Hebreus 11:6). E assim, amados, aqui está a razão, eu não digo que a única razão, mas a principal, para que os benefícios do amor de Cristo possa vir aos homens, e é fato que ninguém procura uma igreja ou um líder religioso se não possuir ao menos um pouco de fé.

A Resposta

Curas e milagres não são sinônimos de autenticidade cristã, mesmo antes da morte e ressurreição de Cristo, falsos discípulos já começaram a atuar em nome de Jesus e promoviam curas que com toda certeza tinham interesses distorcidos e não a promoção do Reino de Deus, mas sim interesses como a auto promoção, e claro como os de nossos dias o enriquecimento pessoal, pois se assim não fosse estariam ao lado de Jesus. Vejamos o relato. “...Disse-lhe João: Mestre, vimos um homem que em teu nome expulsava demônios; e lho proibimos, porque não segue conosco. Respondeu-lhe Jesus: Não lho proibais; porque quem não é contra vós é por vós...” (Lucas 9:49-50). O fato de Jesus não o proibir não o endossou, ele ainda continuava não sendo um seguidor autênticos de Jesus, ele simplesmente sabiam do poder do nome de Jesus e o usavam pelos seus interesses.

Outro fato digno de nota é também um acontecimento ocorrido quando Paulo se encontrava na Asia, que “...também alguns dos exorcistas judeus, ambulantes, tentavam invocar o nome de Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega...” (Atos 19:13), neste fato em questão esses exorcistas se deram mal, mas isto prova que o nome de Jesus prosseguiu sendo usado por pessoas com interesses pessoais. "...Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade..." (Mateus 7:22-23); "...E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos..." (Mateus 24:12); "...Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas..." (2 Timóteo 4:3-4).

E assim, queridos amigos, sabemos que a graça de Cristo é amplamente suficiente para nos livrar de todos os males, da fraqueza, doença, incapacidade e para revestir-nos com todos os dons da força espiritual e imortal. Mas, devemos agir como os bereanos que seguiam o conselho de Cristo examinando as Escrituras, e ela mesmo estabelece o princípio no qual Ele concede Seus dons quando diz: "Seja feito segundo a tua fé."

Os dons de curas e milagres foram dados por Deus aos homens, mas cabe a cada um que o recebeu administrar da melhor forma possível, e usá-lo de forma correta, infelizmente em nossos dias vemos inúmeros vendedores e cambistas da fé, barganhando curas e milagres por dinheiro e bens materiais, e aqueles que também vão a Cristo em busca somente do pão e do peixe (bens materiais), receberão de Deus o devido julgamento. Mas enquanto a vida a tempo, leia a Bíblia e procure o autentico evangelho de Cristo.

 
 


 
Continuar Lendo...

quinta-feira

O Segredo e a Arte da Cooperação

18:26:00


"...Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, fazendo sempre, em todas as minhas orações, súplicas por todos vós com alegria pela vossa cooperação a favor do evangelho desde o primeiro dia até agora; tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus,...” Filipenses 1:3-6

Dentro deste contexto a primeira pergunta a se fazer é; O que é cooperação? Cooperação, no contexto da economia e sociologia é uma relação baseada na colaboração entre indivíduos ou organizações, no sentido de alcançar objetivos comuns (Wikipédia). Ou seja é a capacidade de realizar mais e melhor juntos do que separados. Isto nos faz entender que uma equipe é mais forte do que um indivíduo sozinho. Um grupo comprometido, com um propósito faz com que um venha a ajudar o outro a lutar e assim o que esta de pé resgata e encoraja o caído.
Madre Teresa, um ícone da solidariedade na Índia certa vez disse, " Você pode fazer o que eu não posso fazer, Já eu possa fazer o que você não pode fazer; Mas juntos, podemos fazer grandes coisas."
Um autor anônimo escreveu: "É melhor ter uma pessoa que trabalhe com você, do que três que trabalham para você."
Jesus quando designou os discípulos nunca enviou ninguém sozinho, “...Depois disso designou o Senhor outros setenta, e os enviou adiante de si, de dois em dois...” Lucas 10
John Wooden, talvez, o maior treinador de basquete de todos os tempos, lembrou a sua equipe, "O homem que coloca a bola na cesta tem dez mãos."

 
 

Você poderá dar o nome que quiser a isto, cooperativa, trabalho em equipe, associação, grupo de trabalho, etc.

No entanto podemos dizer que cooperação é a notável capacidade que tem duas ou mais pessoas juntas trabalhando para realizar com mais eficiência o que provavelmente não poderia fazer sozinhas.

Esta é uma grande verdade, é também um lembrete ao povo de Deus, que quando estamos trabalhando juntos em harmonia, os talentos e os dons irão minimizar as fraquezas e limitações do corpo (igreja), trazendo desse modo uma maior unidade. Assim como uma equipe de futebol precisa de onze jogadores em campo ou o jogo estará mais difícil ou mesmo perdido, a igreja local precisa de todos os participantes, ou a força do corpo é enfraquecida e o avanço do evangelho está ameaçado naquela comunidade. Se você tirar um músico de uma orquestra, com certeza a sinfonia estará incompleta. Assim, também, se um membro da família de Deus está ausente, a igreja está incompleta. Nós precisamos um do outro. Você precisa de alguém, e alguém precisa de sua cooperação.

Continuar Lendo...

Os Conflitos e Desarmonia na Igreja

19:10:00


Como podemos vencer os conflitos e desarmonia entre irmãos na igreja?

Com certeza somente através do amor, o amor consegue enxerga o melhor das pessoas, o amor nunca pensa mal. Podemos afirmar que independentemente do que aconteceu, sempre haverá um lado positivo ou uma lição proveitosa ou um aprendizado ou uma experiência a ser adquirida? 
Não podemos apenas olhar o lado ruim das pessoas, dos acontecimentos, das atitudes, dos resultados, pois poderemos estar tomando decisões incorretas.
Ao analisarmos a igreja em corintios, vemos que o apostolo Paulo tinha muito o que corrigir no meio deles. Podemos notar entre eles algo como:
  • erros doutrinários grave
  • divisões
  • imoralidade sexual
  • ações judiciais entre si
  • equívocos e abusos de presentes
  • oposição ao próprio Paulo.
Mas independente disto podemos notar que Paulo em sua carta dirigida a eles, escreve algo notável em suas linhas de abertura, ele lhes diz: "Dou graças ao meu Deus por vós." Por quê? "Por causa da graça de Deus que vos foi dada em Jesus Cristo." Você vê aqui uma afirmação de amor incondicional e totalmente centrada em Deus?

O próprio Jesus, aquele a quem pertence toda a glória, nos deixa diversos exemplos sobre como devemos enxerga nosso próximo, Vejamos:
    • Ele chama os discípulos de "sal" e "luz" Mt 5:13,14.
    • Ele diz que os seus ouvintes são mais valiosos do que muitos pardais Mt 10:31.
    • Ele elogia a mulher de grande fé Mt 15:28.
    • Ele elogia a mulher de má reputação Mc 14:6.
    • Ele se maravilha com a fé do centurião Lc 7:9.
    • Ele elogia João com superlativos Lc 7:28.
    • Ele concorda com a generosidade da viúva Lc 21:3,4.
    • Ele elogia Natanael Jo 1:47.

Continuar Lendo...

terça-feira

A Igreja de Cristo Mudou?

15:54:00


O Reflexo de Cristo na Igreja
 
Espera-se que todo membro de uma igreja local tenha em seu coração o compromisso sério de adorar a Deus através de Cristo Jesus, onde esteja todos reunidos irmãos e irmãs através de palavras edificantes, exortação mútua e serviço, cooperando na missão divina da proclamação da palavra viva de Deus, sendo sem duvida cada um responsável por andar em uma maneira agradável ao Senhor, como um testemunho da verdade de Cristo em sua própria vida, tornando desta forma como Luz a este mundo que padece em trevas.

Acreditamos que os membros da igreja de Cristo deva estar em uma constante aliança de integridade no caminho, usando de sabedoria e tornando-se útil para aqueles que desejam caminhar juntos em obediência ao Senhor, de uma forma que é digno o evangelho de Cristo.

Isso se tornará evidente quando consideramos os ensinamento das Escrituras Sagradas, Reconhece-se o verdadeiro cristão pelas suas obras... A fé verdadeira é dinâmica, e não estática. Quando Jesus afirma que "reconhece-se uma boa árvore pelos seus frutos"(Mt 7:20), é indispensável questionar quais os frutos que produzimos, e se beneficiam de fato nossos irmãos.

Estes frutos só se desenvolvem em nosso coração quando não colocamos obstáculos para que isso aconteça. O Espírito Santo é a água Viva que rega nosso coração, a cada dia, para que possamos produzir Seus frutos. Quais são estes frutos?
Os frutos do Espírito Santo são: a caridade, a alegria, a paz, a paciência, a afabilidade, a bondade, a fidelidade, a brandura e a temperança.. Gálatas 5

A igreja de Cristo é formada por pessoas que não se conforma com as coisas deste mundo, e que não se compactua com a iniquidade, mas sim caminha adorando a Deus em Espirito e em Verdade.

Continuar Lendo...

segunda-feira

Como falar em público - 09 Técnicas Eficazes!

15:10:00
Como Vencer a Timidez de Falar em Publico | Rede Missionária Cristã

Vença o medo de falar em público

O
medo de falar em público é o mais comum de todas as fobias. É uma forma de ansiedade em que uma pessoa se torna muito preocupado com seu desempenho e fica visivelmente ansiosa, alguns até mesmo chegam a ter um ataque de pânico enquanto fala.

Por esse motivo muitos tentando se proteger evitam falar em público enganado a si mesmo e fazendo desta forma que o medo de falar em público pareça muito mais crônico e perturbador do que realmente é; algumas pessoas fazem isso com prevenção, elas escolhem cursos universitários, de modo a evitar profissões onde tenha que falar em público, em vez de fazerem o que realmente querem. No trabalho, eles perdem as promoções que exige um pouco mais de desenvoltura na comunicação.

O medo de falar em público pode até levar as pessoas a escolher uma carreira que não precise falar em público, mas para aqueles que amam a palavra de Deus e o evangelho, ele não poderá fugir disso quando forem confrontados sobre Cristo e sua palavra no progresso do grande mandamento de Jesus – Ide por todo mundo.

Vencendo o medo de falar em público - O truque


Vencer o medo de falar em público baseia-se no mesmo truque de outros medos e fobias. As pessoas, naturalmente, querem livrar-se da ansiedade de falar em público, então elas fogem de qualquer ameaça ou ocasião que as levaram a falar em publico. Mas se enganam em usar este método por que realmente o que fazem com isto é aumentar o medo de falar em público tornando-o mais forte e mais persistente, ao longo do tempo

Dicas e exercícios para vencer o medo de falar em público

Pense previamente nas coisas que você fará durante o discurso, faça uma breve introdução, treine seu discurso e faça um esforço para sentir menos medo, coloque-se em lugar de um ator, procure todas as questões e medos que te assusta e anote em uma folha escrevendo também as soluções a serem tomadas.

09 Técnicas para controlar seu medo de falar em público.

1ª - Leia o material do discurso varias vezes
2ª - Não olhe para público em geral, escolha uma pessoa.
3ª - Divida a palestra em tópicos
4ª - Sempre diga ao público que vai ser o mais breve possível
5ª - Antes da palestra beba líquido com moderação
6ª - Evite todas as pausas ou interrupções durante o discurso
7ª - Evite o contato físico com o público
8ª - Cuidados com os Gestos e Tipos de Voz.
9ª - Introduza Ilustrações

Especifique o você acha que ira lhe ajudar a controlar a ansiedade de falar em público; Tome alguns minutos para olhar para a sua lista e identificar exatamente como você acha que estas medidas irão ajudá-lo a superar o medo de falar em público. Anote suas respostas e faça todos os esforços para resistir e combater a ansiedade de falar em público.

Estas são apenas algumas dicas superficiais; infelizmente não sou profissional neste assunto e também sofri muito com a timidez e o medo de falar em publico, mas como uma ultima dica posso lhe recomendar o curso online sem mensalidades, um curso muito eficiente que já me ajudou e tem ajudado a muitas pessoas a vencer o medo de falar em público, é um curso barato porém muito eficiente eu recomendo.
Técnicas simples e eficazes para falar bem e controlar o nervosismo...
Continuar Lendo...

Ad final do artigo